DE QUEM É A CULPA? Ford Fecha Todas as Fábricas no Brasil (O OUTRO LADO)

Ford fecha fábricas no Brasil! Veja o outro lado da história e entenda a nova estratégia

O fim da produção de carros pela Ford no Brasil, foi somente o desfecho triste de uma morte que já estava anunciada a alguns anos. Nessa segunda-feira 11 de janeiro, a Ford Motor Company anunciou que encerrará a operação da Ford Brasil, fechando suas três fábricas restantes: Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE).

Os indícios que a Ford que conhecemos teria esse fim já vem sendo dados a alguns anos, mas o indício mais forte veio no dia 19 de fevereiro de 2019 quando a empresa decidiu sair do ramo de caminhões fechando a histórica fábrica no ABC paulista.

Mas por que a Ford está saindo do Brasil e de quem é a culpa?

Podemos dizer que em parte a culpa é da própria montadora, pois desde os anos 80 a Ford cometeu alguns erros no país, principalmente quando se juntou a Volkswagen na criação da Autolatina, deixando de ser reconhecida pela sua capacidade de criar carros bem acabados e passando a ter alguns carros que não caíram tão na graça do público brasileiro.

Com a Autolatina a Ford perdeu sua identidade e aos poucos foi desistindo dos seus principais e mais emblemáticos produtos, como o elegante Del Rey, a espaçosa Belina, o esportivo Escort XR3 e claro também a versatilidade da pick-up Pampa.

Com o mundo mais globalizado a Ford então trouxe o Focus, um ótimo carro, mas que também não conseguiu se estabelecer muito bem no país, mesmo ficando muitos anos em linha a concorrência, ao longo do tempo, Civic, Corolla, Vectra não deixou fácil para o carro.

Ainda na Década de 90 a Ford trouxe o pequeno Ka, um carro com apelo jovem, mas que chegou caro demais. O Fiesta, também mesmo vendendo bem por alguns anos, não impôs medo na concorrência, que eram o Volkswagen Gol e Fiat Palio e Uno.

Com a introdução da Ranger a Ford colocou no mercado um conceito até hoje utilizado pelas montadoras, o utilitário médio, a pick-up se salva no Brasil, já que é produzida na Argentina.

Agora não podemos nos esquecer da melhor oportunidade da Ford e que reergueu a marca, o lançamento em 2003 do EcoSport, que durante 10 anos liderou sozinho um segmento ignorado até então pelas outras montadoras o de SUV’s compactos.

E agora chegando já nos últimos anos a Ford lança uma nova geração do Ka, mas a concorrência também não estava de brincadeira e lança pela Chevrolet o Onix e Pela Hyundai o HB20, mas mesmo assim a Ford ficava sempre no ranking dos mais vendidos com o Ka.

Porém o mercado evolui e chegam as novas gerações dos seus principais concorrentes, no Novo Onix e Novo HB20, e o Ford Ka, mas uma vez fica para trás, desatualizado e caro.

Veja Também: VW Taos já é exibido para o público ao lado do Nivus na Argentina

O outro lado da história sobre a Ford

Já não é de hoje que os SUV’s dominam o mercado automotivo e o segmento não para de crescer ano após ano o público se interessa cada vez nos utilitários esportivos, seja modelos compactos, médios ou grandes o foco são os SUV’s.

A uma década atrás tínhamos as famosas wagon ou peruas no nosso mercado, seja, Parati, Palio Weekend, Corolla Fielder, SpaceFox, Megane, Marea Weekend ou modelos mais antigos como, Caravan, Belina, Elba, Ipanema, Ômega Suprema ou a lendária Variant que inaugurou o segmento no Brasil. Mas os tempos mudam e o mercado também e o publico passou a se desinteressar por esse segmento.

Com uma analise de mercado podemos enxergar que hoje até os sedans médios não estão conquistando o público, o lendário Civic por exemplo pode deixar de ser produzido em breve.

O segmento que mais segue em alta hoje é o de SUV’s e Pickups, sejam compactos, médios ou grandes. E vendo o DNA de inicio da Ford entendemos bem a estratégia da montadora, focar naquilo que sabe fazer bem carros grandes.

A nova posição de mercado da Ford já havia sido divulgada em maio de 2019, em uma matéria para o site da CNBC nos EUA.

“Os últimos anos foram difíceis para o mercado automotivo. À medida que SUVs e caminhões vendem em números recordes, as vendas de sedãs e cupês despencaram.

Em resposta, a Ford anunciou que deixaria de fabricar todos os carros, exceto o icônico Mustang”

É possível ainda que outras fábricas da Ford sejam fechadas em países vizinhos, visto a nova posição de mercado da montadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *